2 de outubro de 2014

Onde o morto matou o vivo

A Montis esteve na Serra da Arada, S. Pedro do Sul, para fazer o reconhecimento do trilho que faz a ligação entre a aldeia da Pena e Covas do Rio.


Este percurso é conhecido como o "caminho do morto que matou o vivo".
É um sítio muito especial, impressionante pela diversidade da flora e pela imponência das "livrarias" -   formações rochosas com fendas na vertical que fazem lembrar livros numa estante.


Sentimo-nos pequenos dentro desta "garganta", que foi em tempos utilizada pelas crianças da aldeia da Pena que iam à escola a Covas do Rio.




Sem comentários:

Enviar um comentário