Mensagens

Vão queimar o que plantaram?

"Porque se vai voltar a queimar a primeira área? Não se tinham plantado já árvores lá este ano?"
Este comentário é uma reacção de perplexidade face à descrição do que tencionamos fazer: queimar, de quatro em quatro anos, três parcelas diferentes do baldio de Carvalhais, uma em cada ano, com um ano sem queima nenhuma.
Vale a pena tentar explicar a lógica do que estamos a fazer.
Comecemos por explicar duas coisas que são opções de fundo na nossa gestão:
1) a Montis parte sempre do princípio de que as áreas que gere vão arder. Na verdade, com excepção do baldio de Carvalhais, que teve dois fogos a parar nos limites, e da pequena área do Alentejo na Herdade do Freixo do Meio, em 2016 e 2017 arderam todas. O nosso pressuposto é o de que também o baldio de Carvalhais, que ardeu há coisa de dez anos, arderá um dia destes;
2) a Montis tem um modelo de gestão adaptativa, isto é, fazemos, vemos os resultados, avaliamos se estamos mais perto ou mais longe dos objectivos e redefinimos a…

Não foi exactamente como planeado

Talvez na Sexta

Um fim-de-semana no meio da natureza de Carvalhais

Vamos visitar a Herdade do Esporão?