27 de julho de 2015

Pela foz do Paivô

Primeiro, ficámos impressionados com a quantidade de inscritos e com o interesse na atividade, depois respirámos fundo (sabíamos que a foz do rio Paivô nunca decepciona), e fizemos um belo passeio.


O grupo reuniu-se perto da aldeia de Janarde (Arouca) e durante a caminhada conheceu o terreno que a Montis tem sob sua gestão. Foi apresentado o plano de gestão e discutidas soluções e ideias para a propriedade.


Depois de um alargado momento de convívio e diversão no rio Paivô, houve um almoço pic-nic que terminou com a apresentação das várias entidades convidadas e uma conversa/ debate muito interessante sobre os seus projetos, as sinergias que se estão a criar e o futuro.


Agradecemos a todos os participantes, especialmente ao SOS Rio Paiva, ao Movimento Terra Queimada, ao Projeto do Cabeço Santo, à Campo Aberto e ao Henk Feith (que representava a Altri Florestal), pela presença nesta atividade e pelos contributos que deram.



Muito obrigado por terem vindo. Esperamos sinceramente que em breve nos possamos voltar a encontrar!

1 comentário:

  1. Felicitações à Montis por esta interessante jornada e por ter aceite o desafio de gerir uma área tão difícil como a que nos foi apresentada. E especialmente ao João Ruano pelo empenho, simpatia, disponibilidade e... alimentação!

    ResponderEliminar